Empatia: Aplique o significado na sua vida hoje mesmo!!!

Empatia: Aplique o significado na sua vida hoje mesmo!!!

Todo dia uma pessoa te pede empatia e você se pergunta: o que significa isso? É provável que não, a verdade é que as pessoas complicam o entendimento, detalhe: prejudica muito o entendimento das pessoas.

A empatia é basicamente a capacidade de se colocar no lugar do outro, sentindo aquelas dores e não mais agredir. Portanto, é como se você visse uma pessoa sofrendo com o bullying e não participasse daquilo.

É necessário entender a empatia de várias formas e descobrir o significado, bem como ter dicas de como aplicar na sua vida. Veja mais informações e tenha um raio X sobre esse assunto, já que influencia a vida das pessoas.

O que é empatia?

É necessário saber, antes de mais nada, que a empatia é um tipo de sentimento e uma capacidade de se colocar no lugar dos outros. Isso é muito comum em vários casos, por exemplo: racismo, machismo e inclusão social.

É confirmar aquele ditado popular: “não faça com os outros, o que você não queria que fizessem contigo”. Sendo assim, ser empático é ter noção da destruição que qualquer atitude de preconceito faz com o outro.

Para adentrar ao terreno empático, o desafio é enxergar-se como alguém cheio de vulnerabilidades. Em seguida, é essencial aumentar a visão de mundo e enxergar situações que antes passavam despercebidas. 

Psicologia Positiva: 7 técnicas para mudar sua vida

O que significa empatia?

Em primeiro lugar, a empatia significa que você tem a capacidade de identificar-se com a outra pessoa. Ao mesmo tempo, dá para compreender, pensar, sentir e consegue compreender emocionalmente a outra parte.

Trata-se de uma competência comportamental primordial para a convivência do século XXI. Nesse cenário, faz com que você consiga desenvolver a sua visão de mundo e ajuda a enxergar as situações sob outro tipo de visão.

Para tornar-se alguém empático, é importante atentar-se a vários fatores primordiais para esse processo. Dessa forma, veja algumas dicas para que você consiga preparar o ambiente para desenvolver a sua empatia:

  • Aprenda a se comunicar;
  • Cultive em si a curiosidade sobre o desconhecido;
  • Entenda que cada pessoa demanda um tipo de tratamento;
  • Escute abertamente o contraditório;
  • Experimente um pouco a vida de outra pessoa;
  • Fique disposto a ajudar quem for e fazer o bem;
  • Inspire a ação;
  • Reconheça as emoções;
  • Respeite a opinião alheia;
  • Vigie a sua perspectiva relacionada aos outros.

Lembre-se: a ordem não precisa ser a mostrada, é possível que você siga da forma que achar melhor. Em outras palavras, não tenha pressa para desenvolver cada uma delas e entenda que pode demandar mais tempo.

Como aplicar a empatia na prática?

Agora que você aprendeu a criar a empatia, na prática, o próximo passo é prestar atenção na aplicação, na prática. No entanto, como será que dá para conseguir esse objetivo e tornar-se alguém mais empático? 

Certamente é uma resposta que demanda estudo e não dá para resumir em um texto, não é mesmo!? Por outro lado, dá para mostrar algumas informações e é possível citar pelo menos três.

Lembre-se apenas de uma coisa: esse é um exercício que demanda tempo e principalmente persistência. Para desenvolver a empatia e usufruir das vantagens que esse ato traz, veja como não é muito complicado:

Você já descobriu seu Ikigai?

Permita-se sentir

Uma das etapas mais importantes é permitir uma coisa que poucas pessoas permitem: sentir. Embora pareça fácil, a sociedade do século XXI tem muita dificuldade de olhar para dentro e o foco está apenas no exterior.

Uma alternativa é o autoconhecimento e a transcendência de pensar apenas nas obrigações que você tem. Por exemplo: estar em um shopping se alimentando e ter visto, sem perceber, uma pessoa com fome no farol.

A empatia permite, no exemplo acima, que a pessoa esquecesse da obrigação e ajudasse aquela criança. Se você acha que esse caso é muito extremo, a verdade é que você terá outros abaixo com coisas mais simples.

Ter contato com pessoas diferentes

O que você faria se uma pessoa negra estivesse sofrendo xingamentos racistas de outro ser humano? Tentaria fazer aquilo parar ou iria preferir ficar sem fazer nada, já que aquilo acontece todo dia?

Se você decide não fazer nada e acha que esse tipo de situação é normal, a sua empatia está abaixo. Melhore e passe a colocar-se no lugar do outro, pois a empatia é justamente isso é preciso ter noção disso.

Há ainda mais uma questão primordial: o contato com pessoas diferentes, precisa ser de verdade. Afinal, agir com o contraditório é uma maneira de separar a ideia da pessoa, já que não dá para levar para o lado pessoal.

Se doa pelos demais

A indignação é uma maneira muito eficiente de mudar o caso, como, por exemplo: quando você vê alguém sendo humilhado pela sua opção sexual. Então, é mais fácil dialogar com o outro e mostrar que você não é assim.

Há situações em que um carinho é necessário para mostrar ao outro que você é uma pessoa empática. Porém, antes de ter esse reconhecimento pelos outros, é fundamental sentir isso de você e tornar-se algo normal.

Use a empatia como uma forma de conviver melhor e uma maneira de melhorar a vida da sociedade. Enfim, é um desafio e combina com a vida, já que viver é um ato de estar com outras pessoas e precisar delas.

Por: Nuno Cruz

Quer Agendar uma Sessão de Coaching? Está pronto para essa transformação?

Recomendo que também leia:

*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Mandala Ikigai

Adicione um comentário